Notícias » Estados Unidos

Equipe especializada destrói ninho com mais de 1.500 vespas na capital dos EUA

As vespas gigantes asiáticas representam perigo para as colônias de abelhas

Penélope Coelho Publicado em 01/09/2021, às 13h43

Vespas gigantes asiáticas
Vespas gigantes asiáticas - Getty Images

Profissionais que trabalham no Departamento de Agricultura do Estado de Washington, nos Estados Unidos, tiveram que destruir um ninho repleto de vespas gigantes asiáticas.

O ninho em questão foi encontrado no condado de Whatcom e tinha mais de 1.500 mil vespas gigantes. Segundo os especialistas, esse foi o único ninho dessa espécie identificado na região, no ano de 2021.

Após analisarem o local, os técnicos identificaram que as vespas tomaram conta da árvore em que instalaram seu ninho. Segundo revelado na publicação, o interior do tronco também havia sido dominado.

Sabe-se que tais insetos — que também são conhecidos pelo apelido de ‘vespas assassinas’ — podem chegar a medir até cinco centímetros, essas criaturas não são nativas da América do Norte, sua origem é asiática. 

O maior problema da disseminação dessa espécie está relacionado às abelhas,  suas lavas são fonte de alimento para as vespas, o que pode prejudicar a polinização, causando desequilíbrio ambiental. Em relação ao ser humano, as 'vespas assassinas' apresentam perigo caso a pessoa receba muitas picadas e tenha alergia.