Notícias » EUA

Espionagem: Secretário de Estado dos EUA acusa Rússia de realizar ataques cibernéticos contra o país

A declaração foi dada em uma entrevista de rádio com o apresentador de talk show Mark Levin na última sexta-feira, 18

Giovanna Gomes Publicado em 19/12/2020, às 12h01

Mike Pompeo
Mike Pompeo - Wikimedia Commons

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia por um enorme ataque de espionagem cibernética contra o governo americano, considerado o pior que já existiu.

"Podemos dizer com bastante clareza que foram os russos que se envolveram nessa atividade", disse ele em uma entrevista de rádio com o apresentador de talk show Mark Levin na sexta-feira, 18.

Pompeu acredita que os russos penetraram em várias agências governamentais dos EUA e empresas privadas ao lado de outras organizações ao redor do mundo. Para ele, houve "um esforço significativo para usar um software de terceiros para essencialmente embutir código nos sistemas do governo dos EUA".

A Rússia estaria tentando "minar nosso modo de vida", acrescentando que o presidente russo "Vladimir Putin continua sendo um risco real".

Os ataques estariam sendo direcionados a departamentos como o de energia, segurança interna, defesa e comércio, além do Tesouro.  

Contudo, o secretário de estado não forneceu detalhes sobre as supostas ligações com Moscou, e a Rússia negou qualquer envolvimento no ataque.