Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Ilha

Ex-membro da máfia entrega ilha ao governo italiano para reduzir pena

O criminoso ofertou uma ilha artificial na costa dos Emirados Árabes às autoridades da Itália na esperança de conseguir que sua sentença seja reduzida

Ingredi Brunato Publicado em 28/11/2023, às 10h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Fotografia aérea das ilhas artificiais na costa de Dubai - Domínio Público
Fotografia aérea das ilhas artificiais na costa de Dubai - Domínio Público

Raffaele Imperiale, um ex-traficante de drogas da poderosa máfia italianaCamorra, presenteou o governo da Itália com uma ilha artificial na esperança de conseguir uma redução de sentença. 

A ilha em si fica localizada na costa dos Emirados Árabes, no arquipélago artificial chamado "Mundo", que imita um mapa-múndi. Já a propriedade de Imperiale, que vale entre 60 e 80 milhões de euros (ou entre 321,5 e 428,7 milhões de reais, na cotação atual), se chama de "Taiwan". 

O mafioso foi preso em agosto de 2021 pelas autoridades de Dubai, após cinco anos fugindo da lei. A aquisição do território insular, por sua vez, possivelmente ocorreu neste período foragido, conforme estimou a polícia italiana. 

Redução  

Como consequência dos crimes que realizou enquanto trabalhava para a Camorra, Raffaele Imperiale é elegível para uma sentença de até 14 anos e 10 meses atrás das grades. A concessão da ilha de Dubai, neste contexto, foi oferecida como uma prova de que ele está disposto a cooperar com o governo italiano. 

Está claro que Imperiale quer reduções de penas. Estamos avaliando a validade de suas declarações, mas parece não haver dúvidas sobre sua autenticidade", afirmou o promotor Maurizio De Marco, conforme repercutiu o The Guardian. 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!