Notícias » Paquistão

Falcões ameaçados de extinção são resgatados de contrabando no Paquistão

Mais de 70 aves foram encontradas pelos oficiais da Organização Anti-Contrabando da Alfândega do Paquistão

Alana Sousa Publicado em 19/10/2020, às 12h00

Falcões resgatados no Paquistão
Falcões resgatados no Paquistão - Divulgação

Segundo informação divulgada pela BBC, autoridades do Paquistão resgataram entre 74 e 75 falcões e uma abetarda houbara, vítimas de contrabando de animais. A operação foi realizada pelos oficiais da Organização Anti-Contrabando da Alfândega do Paquistão.

Autoridades do país estimam que as aves tenham um valor de cerca de 1 milhão de dólares no mercado negro — pouco mais de 6,7 milhões de reais. Os animais, que estão ameaçados de extinção, estavam sendo levados para “países árabes”, de acordo com o coletor da alfândega, Mohammad Saqif.

Abetarda houbar / Crédito: Wikimedia Commons

 

Os falcões há anos vêm sendo objeto de contrabando no Oriente Médio, a situação além de causar preocupação nas instituições de preservação de animais, é difícil de ser controlada; a caça com pássaros é bastante popular na região. Já a rara ave do deserto, abetarda houbara, tem sua carne apreciada nos países orientais e, por isso, é caçada e usada como alimento afrodisíaco.

A operação conseguiu prender dois homens, enquanto outros possíveis responsáveis pelo comércio ilegal permanecem desconhecidos. Agora, os animais serão libertos no habitat natural.