Notícias » Rússia

Filhos de Putin: Os frutos do caso extraconjugal do presidente russo

Oficialmente, Vladimir Putin tem apenas duas filhas com sua ex-esposa Lyudmila Putina

Fabio Previdelli Publicado em 03/05/2022, às 10h42

Vladimir Putin ao lado da ex-esposa Lyudmila Putina
Vladimir Putin ao lado da ex-esposa Lyudmila Putina - Getty Images

Entre 1983 e 2013, o presidente russo Vladimir Putin foi casado com a linguista Lyudmila Putina. Durante a duradoura relação, os dois tiveram duas filhas: Maria Putina, de 37 anos; e Katerina Putina, 36

Porém, elas não teriam sido as únicas filhas do presidente. Afinal, de acordo com o jornal suíço Tages-Anzeiger, o mandatário russo teria tido um caso extraconjugal com a ex-ginasta Alina Kabaeva — que conquistou 14 medalhas em campeonatos mundiais e 21 em torneios europeus. Ela ficou conhecida como “a mulher mais flexível da Rússia”. 

Os dois teriam se conhecido em 2008, aponta o Moscow Correspondent que, na época, chegou a anunciar que o presidente se separaria para se casar com a ginasta. Entretanto, o Kremlin negou a informação e o periódico acabou sendo fechado. 

Os filhos de Putin

A relação entre Putin e Kabaeva teria gerado outros quatro filhos. O Tages-Anzeiger aponta que dois deles nasceram na última década: um em 2015, numa clínica de luxo na Suíça; e outro em Moscou, no ano de 2019.

Quem teria dado detalhes dos nascimentos seria um ginecologista suíço, de origem russa, que atuou no nascimento dos dois garotos. O profissional seria um antigo conhecido do chefe de Estado russo, quando ele ainda morava em São Petersburgo. 

Para não chamar a atenção da imprensa, o primeiro parto foi feito na Suíça, mas a mídia acabou noticiando o nascimento da criança mesmo assim, embora o porta-voz russo Dmitry Peskov tenha chamado as notícias da época de “farsa jornalística”. 

Tinha que manter a coisa toda muito discreta", disse uma obstetra que auxiliou o nascimento do filho do presidente. 

Com o filho mais novo de Putin, no entanto, a estratégia foi diferente. O parto do menino foi feito em Moscou. Uma publicação sobre o nascimento do garoto teria sido feita em um site russo, aponta o UOL, mas o post foi rapidamente deletado.