Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Esportes

“Foram 2 minutos sem respirar”, diz treinadora sobre atleta que desmaiou na piscina

Episódio aconteceu na última quarta-feira, 22, em prova realizada na Hungria

Fabio Previdelli Publicado em 23/06/2022, às 12h27

A nadadora norte-americana Anita Álvarez desmaiou durante prova - Getty Images
A nadadora norte-americana Anita Álvarez desmaiou durante prova - Getty Images

Na última quarta-feira, 22, durante apresentação da prova de nado sincronizado no Mundial de Esportes Aquáticos, a nadadora norte-americana Anita Álvarez, de 25 anos, acabou perdendo a consciência enquanto estava embaixo da água e precisou ser resgatada pela própria treinadora, a medalhista olímpica Andrea Fuentes

Após o episódio, Fuentes deu mais detalhes sobre os momentos de tensão: "Foram dois minutos sem respirar e, com a pulsação a 180, você não quer estar dois minutos sem respirar”, disse à imprensa. 

Teve um momento que me assustei de verdade, mas agora estamos rindo as duas juntas. Ela está muito bem. Tem que descansar. [Quinta, ela] vai descansar o dia todo e estará muito bem para a final de equipes", continuou. 

O incidente

Depois participar da prova, que está sendo disputada em Budapeste, na Hungria, Anita Álvarez acabou perdendo a consciência embaixo d’água após apresentar um quadro de exaustão. 

Segundo relatado pelo UOL, a treinadora percebeu a situação e gritou para a equipe médica. Ao notar que ninguém entendeu o que estava acontecendo, ela própria se jogou nas águas, de roupa e tudo mais, para resgatar a atleta. 

"Falei 'isso não é normal'. Gritei para os socorristas para que pulassem na água, mas não ouviam ou não entendiam. Fui o mais rápido possível, como se fosse uma final olímpica. Quando a tirei, não respirava e tinha a mandíbula muito contraída. Foi um desmaio por esforço. Vimos onde estava o limite", relatou Fuentes

O que chama ainda mais atenção é que esta não é a primeira vez que algo parecido aconteceu com Álvarez. Durante uma prova de duplas em Barcelona, que serviu como classificatória para as Olimpíadas de Tóquio,  disputadas em 2021, a atleta também perdeu a consciência e, inclusive, precisou ser substituída.