Notícias » Turquia

Frascos de perfume da Grécia antiga são exibidos ao público

Datados de 2.600 a.C., os frascos estão em exposição no Museu Arqueológico de Izmir, na Turquia

Giovanna Gomes, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 15/02/2021, às 09h06

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Pixabay

De acordo com o portal Sputnik, frascos que eram utilizados para armazenar perfumes e óleos em Atenas, datados de 2.600 anos atrás, estão sendo exibidos pelo Museu Arqueológico de Izmir, na Turquia. Os objetos decorados fazem parte da exposição “Você Verá o Que Não Pôde Ver” que, segundo o Daily Sabah, permanecerá ativa até o final do mês de fevereiro.

Os frascos descobertos durante escavações em Seferihisar, em Izmir, e na cidade de Neonteikhos, em Menemenem, são feitos de cerâmica e possuem desenhos de mulheres, figuras mitológicas e cisnes. 

Os artefatos, que foram enterrados com mulheres da elite, chegaram ao local, muito provavelmente entre os séculos 5 e 6 a.C. A descoberta comprova que os antigos já manifestavam interesse pelo uso de perfumes.

O diretor do museu, Hunkar Keser, acredita que os objetos foram levados para a Turquia por um comerciante para serem vendidos no porto.

“Os frascos foram importados em recipientes menores, pois continham perfumes muito valiosos e óleos aromáticos. Nestes recipientes foi aplicada a técnica de pintura preta sobre cerâmica vermelha. Os pintores produziram figuras que estavam notavelmente em sintonia com a anatomia e cor da pele humana e tanto figuras mitológicas quanto questões cotidianas foram retratadas nas garrafas", disse ele à mídia turca.