Notícias » Ásia

Gigantes cabeças de estátuas hindus são encontradas no Portão dos Mortos do Camboja

Uma delas era a de uma divindade, possivelmente Shiva, cujo monumento descrevia uma importante história da religião

Isabela Barreiros Publicado em 03/04/2020, às 09h00

As descobertas feitas no Camboja
As descobertas feitas no Camboja - Apsara Authority

Uma grande cabeça de uma estátua e fragmentos de outra foram avistados por membros do Departamento de Monumentos e Arqueologia Preventiva do Camboja em um canal próximo ao Portão dos Mortos, na província de Siem Reap, no Camboja. O local também está à leste do importante templo de Bayon.

Segundo Long Kosal, porta-voz da Apsara Authority, responsável pela descoberta, as causas do achado provavelmente foram naturais. Como estavam danificadas devido à idade, intempéries climáticas e conflitos ocorridos na região, muitos pedaços começaram a cair no rio que passa pelo local. "A estátua de deus encontrada pela equipe está em quatro peças, enquanto da outra estátua gigante tem-se apenas a parte de trás, sem rosto", explicou Kosal.

Crédito: Apsara Authority

 

Acredita-se que uma das cabeças das estátuas represente a divindade Shiva, descrevendo uma das mais conhecidas histórias do hinduísmo, o Samudra Manthan (A Agitação do Oceano de Leite, ou ainda Batimento do Oceano), que conta uma disputa entre os povos Devas e Assuras.

“Depois de tirar essas duas estátuas da água, nossa equipe as levaram ao Departamento de Monumentos e Arqueologia Preventiva para registrá-las como objetos de arte, reparar e realizar estudos adicionais antes de entregá-las para serem artefatos no museu”, afirmou Kosal.