Notícias » Mundo

Governo do Egito convida Elon Musk a conhecer o país após afirmação polêmica

Em uma rede social, o CEO da Tesla afirmou que as pirâmides egípcias, na verdade, foram construídas por alienígenas

Pamela Malva Publicado em 03/08/2020, às 10h30

Imagem meramente ilustrativa de Elon Musk durante entrevista
Imagem meramente ilustrativa de Elon Musk durante entrevista - Wikimedia Commons

Na sexta-feira, 31, Elon Musk gerou polêmicas ao afirmar, em seu Twitter, que as pirâmides do Egito foram erguidas por aliens. Em resposta, também através da plataforma, o governo do país convidou o empresário a visitar as construções.

Fundador da Tesla e da SpaceX, Musk escreveu, para seus mais de 37 milhões de seguidores, que “alienígenas construíram as pirâmides, óbvio”. O post, com mais de 86 mil compartilhamentos, é claro, chamou atenção de autoridades egípcias.

Em sua conta pessoal no Twitter, então, a ministra das Relações Exteriores do Egito, Rania al-Mashat, respondeu ao empresário. “Convido você e a Space X a explorarem as escrituras sobre como as pirâmides foram construídas”, escreveu.

Imagem meramente ilustrativa das Pirâmides do Egito Antigo / Crédito: Wikimedia Commons

 

Ainda mais, al-Mashat sugeriu que Musk conhecesse os túmulos dos construtores egípcios das pirâmides: “esperamos por você”. Em resposta, o CEO da Testa compartilhou uma reportagem que apresentava teorias acerca da elaboração dos monumentos, uma delas sendo pelas mãos de alienígenas.

Na última semana, Elon Musk, o sétimo homem mais rico do mundo, já estava no topo das manchetes. Nesse sentido, ele virou protagonista de um escândalo após afirmar que teria apoiado o golpe estadunidense contra Evo Morales.