Notícias » Estados Unidos

Justiça dos EUA prende 280 pessoas pela invasão ao Capitólio

No total, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos já indiciou 300 indivíduos, todos acusados de participação no ataque

Pamela Malva Publicado em 27/02/2021, às 12h30

Manifestante ocupando palco do Capitólio
Manifestante ocupando palco do Capitólio - Divulgação/Globo News

No dia 06 de janeiro de 2021, uma quarta-feira, apoiadores do então presidente Donald Trumpinvadiram o Capitólio norte-americano. Agora, semanas depois do episódio que marcou sua história, os Estados Unidos indiciaram cerca de 300 pessoas pelo ocorrido.

Segundo a Reuters, via UOL, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos realizou as denúncias e prendeu cerca de 280 pessoas acusadas. Em entrevista aos repórteres locais na sexta-feira, 26, o secretário de Justiça adjunto, John Carlin, confirmou as informações.

"A investigação sobre os responsáveis está avançando a uma velocidade e escala sem precedentes", afirmou o representante político. "Aqueles que participaram [da invasão] devem ser responsabilizados, e eles serão."

Além da enorme investigação, o FBI ainda observa de perto vários grupos da extrema-direita, como os Oath Keepers e os Proud Boys. Segundo uma autoridade sênior da instituição, tal preocupação mostra-se necessária após os acontecimentos de 2020, já que extremistas domésticos representam mais ameaças graves a cada dia.

Sobre Donald Trump

Donald Trump nasceu e cresceu no Queens, entre seus quatro irmãos. Seu pai, Fred, é descendente de imigrantes alemães, enquanto sua mãe, Mary Anne, migrou da Escócia em 1930. Na faculdade, recebeu o diploma de bacharelado em economia, pela Wharton University of Pennsylvania, em 1968.

Aos 25 anos, recebeu a empresa de imóveis e construção de seu pai. À frente da Trump Organization, Donald recebeu o título de magnata. Em 2015, anunciou sua nomeação para a presidência dos EUA pelo Partido Republicano.

Durante sua campanha, Trump usou de discursos de cunho populista e anti-imigração, sempre lembrando seu lema: “Make America great again”. Em 2016, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton e se tornou o 45º Presidente dos Estados Unidos. Aos 70 anos, ele foi a pessoa mais velha a assumir o cargo.