Notícias » Bizarro

Lágrimas de jacarés são parecidas com as nossas, diz estudo brasileiro

As semelhanças foram encontradas após uma análise em nível molecular, feita por Arianne Oriá, da Universidade Federal da Bahia

Pamela Malva Publicado em 19/08/2020, às 16h30

Cientistas coletando lágrimas de jacaré com papel absorvente
Cientistas coletando lágrimas de jacaré com papel absorvente - Divulgação/Arianne Pontes Oriá

Quando emocionados, os seres humanos choram — uma característica que não aparece em nenhum outro animal. Ainda assim, um novo estudo observou que as lágrimas derramadas por jacarés são bem parecidas com as nossas, em nível molecular.

Foi a partir das amostras de 65 animais de cativeiro, como araras, papagaios e jacarés, que a veterinária Arianne Pontes Oriá, da Universidade Federal da Bahia, conseguiu identificar os componentes em comum entre as lágrimas de diversas espécies.

Publicada pela revista Frontiers in Veterinary Science, a nova pesquisa mostrou que a diferença entre as lágrimas na natureza se resume ao papel desempenhado pelo líquido no corpo do animal. Nos humanos, por exemplo, elas servem para lubrificar os olhos.

Cientistas coletando lágrimas de papagaio com papel absorvente / Crédito: Divulgação/Arianne Pontes Oriá

 

No caso dos pássaros e répteis, contudo, as lágrimas têm outra responsabilidade. “As estruturas cristalinas se organizam de maneiras diferentes para garantir a saúde dos olhos e o equilíbrio com os diversos ambientes”, explicou Arianne, em nota.

Dessa forma, animais como os jacarés conseguem enxergar tanto na água, quanto fora dela. Todas as amostras, no entanto, quando comparadas às lágrimas de 10 seres humanos, têm a mesma composição: muco, água e óleo.

Segundo Arianne, o novo estudo pode ajudar no desenvolvimento de tratamentos para olhos cronicamente secos, bem como em casos de animais com problemas de visão. Resta, portanto, aplicar os resultados do estudo em um contexto oftalmológico.