Notícias » Ucrânia

Mãe teria sido estuprada por soldados russos na frente de filho de 6 anos, acusa Ucrânia

A mulher teria sido estuprada revezadamente por vários dias pelos invasores russos, segundo denúncia do Ministério da Defesa ucraniano

Redação Publicado em 31/03/2022, às 09h54

Civis ucranianos em local bombardeado
Civis ucranianos em local bombardeado - Getty Images

O Ministério da Defesa da Ucrânia acusou soldados russos de terem estuprado uma mulher em frente ao seu filho de seis anos revezadamente durante vários dias na cidade ucraniana de Mariupol, sitiada desde o começo da guerra, que já passa de um mês.

Nas redes sociais, a pasta publicou a denúncia, além de outros deputados e integrantes do governo da Ucrânia, que vem evidenciando a situação brutal do conflito em especial para mulheres, entre as quais muitas teriam cometido suicídio para evitar serem alvos de novos crimes.

"Em Mariupol, os invasores russos se revezaram para estuprar uma mulher por vários dias em frente ao seu filho de seis anos. Ela morreu depois pelos ferimentos. O cabelo do seu filho ficou grisalho. Isso não é um filme de terror. Estupro, violência, assassinato — isso é o que o 'mundo russo' está mostrando", escreveu o ministério.

Como reportou o UOL, ainda não foi possível verificar a notícia de maneira independente, além da denúncia do governo ucraniano. No entanto, ela é mais uma das dezenas de acusações de estupro de mulheres em áreas ocupadas pelas tropas russas na Ucrânia.