Notícias » Estados Unidos

Mais que amigas, irmãs: Mulheres descobrem parentesco após passarem anos trabalhando juntas

Inusitado caso ganhou grande repercussão nas redes sociais. Entenda!

Fabio Previdelli Publicado em 04/03/2021, às 11h08

Cassandra Madison e Julia Tinetti
Cassandra Madison e Julia Tinetti - Divulgação

Quando Cassandra Madison e Julia Tinetti começaram a trabalhar juntas no restaurante Russian Lady, na cidade de New Haven, nos Estados Unidos, em 2013, as duas logo se tornaram grandes amigas. 

A sintonia era tão grande que elas brincavam que eram irmãs. “Nós começamos a usar as mesmas roupas. Um dia, até compramos camisetas que diziam 'eu sou a irmã mais nova' e 'eu sou a irmã mais velha'", relembra Cassandra, conforme noticiou uma matéria publicada pela CNN. 

Entretanto, o mais curioso nessa relação é que, passados mais de 9 anos, as duas realmente descobriram que realmente são irmãs biológicas. Além da semelhança física, as duas tinham histórias muito parecidas: ambas sabiam que foram adotadas na República Dominicana e que haviam sido criadas por mães solteiras.  

Isso fez com que, por curiosidade, elas tentassem comprovar um possível parentesco comparando seus papéis de adoção, mas os documentos mostravam que isso não era possível. "Então dissemos: 'OK, não importa, esqueça', e simplesmente seguimos em frente com nossas vidas", disse Madison. "Mas ainda brincávamos com o fato de sermos irmãs, embora soubéssemos que não éramos. Bem, pensávamos que não éramos." 

Após isso, Cassandra acabou se mudando para Virginia Beach, em 2015. Mesmo assim, as duas continuaram mantendo contado por Facebook. Sempre curiosa sobre seu passado, Madison encontrou mais informações sobre seu pai e acabou indo visitá-lo na República Dominicana, em 2018.  

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Cassandra Raquel (@iamcassandraraquel)

 

Lá, descobriu que os papéis de adoção de sua outra irmã foram trocados, o que reascendeu a esperança de que Tinetti realmente fosse sua irmã. 

Com a informação, Madison foi até Connecticut, no ano passado, para se reencontrar com a melhor amiga e lhe contar o que descobriu. Assim, as duas decidiram que fariam um teste de DNA para sanarem de uma vez por todas a dúvida.  

Elas receberam os resultados do exame no final de janeiro deste ano. “Eu estava tipo, 'é isso,' e esperei provavelmente uns 10 minutos antes mesmo de abri-lo, porque estava tentando me preparar para o que estaria lá”, disse Tinetti

Apesar de combinarem de não criar expectativas, sabiam que ficariam frustradas caso o parentesco não fosse confirmado. Por sorte, a história teve um final feliz e ganhou grande repercussão depois que Cassandra a compartilhou em seu Instagram junto a uma foto dela e da irmã quando ainda eram crianças — antes de serem separadas.