Notícias » Bielorrússia

Manifestações dominam as ruas de Belarus e população entra em greve

A greve foi uma alternativa tomada pelos manifestantes na tentativa de que Alexander Lukashenko deixe seu cargo

Redação Publicado em 26/10/2020, às 15h50

Bandeira do país entre 1991-1995
Bandeira do país entre 1991-1995 - Wikimedia Commons

Nesta segunda-feira, 26, operários, estudantes e pensionistas iniciaram uma greve nacional em Belarus. A população foi às ruas para pedir que o atual líder do país,Alexander Lukashenko, deixe seu cargo. As informações são do portal de notícias G1.

Durante o final de semana, os manifestantes dominaram as ruas do país exigindo que Lukashenko deixasse o poder até meia-noite, o que não aconteceu. O ultimato veio por parte da principal representante da oposição da Bielorrússia, Svetlana Tikhanovskaya, que está atualmente abrigada na Lituânia após acusar Alexander de fraudar as eleições.

O ditador, por sua vez, desafiou a população: pediu que levassem adiante o que anteriormente havia sido somente uma ameaça de greve. Durante os protestos, a polícia estava em peso nas ruas para deter os manifestantes.

Caso a greve continue, é possível que uma nova fase de crise se inicie no local, isso também pode servir como uma espécie de teste para os opositores do atual governo, para entenderem se eles realmente terão o apoio necessário da população. De acordo com a mídia local, as grandes empresas estão funcionando normalmente no país, mas, diversos comércios se encontram fechados.