Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Moeda de prata 'rara' de 2,5 mil anos é descoberta perto de Jerusalém

Quebrado na metade, objeto é uma evidência "extremamente rara" do uso de moedas no comércio da região há mais de dois milênios; confira!

Éric Moreira Publicado em 18/01/2024, às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Moeda - Divulgação/Autoridade de Antiguidades de Israel/Emil Aladjem
Moeda - Divulgação/Autoridade de Antiguidades de Israel/Emil Aladjem

Próximo a Jerusalém, arqueólogos encontraram recentemente uma moeda de prata quebrada na metade de 2,5 mil anos, sendo uma rara evidência do uso de moedas na antiga Judeia. Além disso, ela é uma das poucas moedas datadas do século 6 a.C. ou 5 a.C. encontradas na região.

+ Antiga moeda bizantina com 'rosto de Jesus' é descoberta na Noruega

A descoberta ocorreu durante uma escavação que precedeu expansão de uma estrada a cerca de 16 quilômetros a sudoeste de Jerusalém. Vale mencionar ainda que a moeda provavelmente foi partida ao meio para que pudesse ser avaliada por seu peso em prata, de acordo com o Live Science.

A moeda é extremamente rara, juntando-se apenas a meia dúzia de moedas deste tipo que foram encontradas em escavações arqueológicas no país", afirma em comunicadoRobert Kool, especialista em moedas da Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA). "As moedas foram cunhadas num período em que a utilização de moedas estava apenas começando."
Local da escavaçao em que a metade da moeda de prata foi encontrada / Crédito: Divulgação/Autoridade de Antiguidades de Israel/Emil Aladjem

Na época em que foi cunhada, a região da descoberta era uma área rural do antigo Reino da Judeia, cuja capital era Jerusalém. O assentamento provavelmente foi fundado ainda no século 7 a.C., durante o período chamado de Primeiro Templo, antes dos babilônicos exilarem os judeus em 586 a.C.

No mesmo local, também foram encontrados os restos de uma "casa de quatro cômodos", uma habitação comum dessa época, e um peso esférico no chão de um de seus quartos, padronizado, que servia para pesar metais, especiarias e outras mercadorias, sendo assim um indício da prática de comércio por ali.

Peso esferico encontrado nas escavações / Crédito: Divulgação/Autoridade de Antiguidades de Israel/Emil Aladjem

Moeda antiga

A descoberta, por sua vez, evidencia como era realizado o comércio na antiga Judeia naquele período, quando o comércio deixou de utilizar-se da pesagem de peças de prata para o pagamento com moedas. No entanto, o uso ainda não era universal, o que explica a necessidade de se partir a moeda em duas partes.

Kool também pontua em comunicado que essas primeiras moedas "foram cunhadas fora de Israel, nas regiões da antiga Grécia, Chipre e Turquia", e que começaram a surgir em diferentes locais de Israel nos séculos 6 a.C. e 5 a.C.

O artefato foi cunhado com um selo quadrado pressionado em uma de suas faces, o que já é um diferencial com relação a moedas de períodos posteriores, que possuíam estampas salientes em vez de imagens afundadas. 

+ A idosa brasileira que encontrou tesouro em casa e precisou mudar de cidade

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!