Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Irã

Mulheres iranianas se mobilizam contra uso obrigatório do véu

O endurecimento nas regras de vestimenta trouxe de volta discussão sobre o ‘hijab’

Redação Publicado em 12/07/2022, às 16h36 - Atualizado em 13/07/2022, às 00h04

Imagem ilustrativa de mulher iraniana utilizando o 'hijab' - Pixabay
Imagem ilustrativa de mulher iraniana utilizando o 'hijab' - Pixabay

Nas últimas semanas, as autoridades de Teerã lançaram uma campanha nova, que impõe o uso do véu islâmico em áreas externas, assim também como em bancos e administrações públicas. Tal projeto não foi muito bem aceito pela população feminina do país.

Alguns vídeos publicados nas redes sociais mostram mulheres andando nas ruas ou indo a lojas sem o uso do acessório. A intenção do uso do véu é tornar as mulheres irreconhecíveis, além de esconder suas principais características, tudo que possa chamar a atenção masculina. Em algumas filmagens é possível ver mulheres com máscaras ou cobrindo o rosto com as mãos.

Muitas mulheres discordam da campanha, acusando a obrigatoriedade do uso do véu uma hostilidade. Por isso, grupos feministas de mulheres iranianas convocaram uma manifestação sem véus na rua, nesta terça-feira, 12.

Dualidade de opiniões

Por outro lado, cerca de 10 mil mulheres se reuniram em um estádio, localizado no centro de Teerã, para apoiar o uso do adereço, assim como outras manifestações pró-hijab (nome original do véu) foram organizadas pelo governo. Elas estão previstas para acontecer em várias cidades do país, nos próximos dias.

O uso do véu é cada vez menos respeitado no Irã, e para reforçar as restrições de vestuário às mulheres do país, o governo do Irã decidiu implementar uma nova lei do véu, há cerca de um mês. Diretrizes foram emitidas nas cidades religiosas de Mshhad e Qom, para proibir a prestação de serviços a mulheres que não portarem o véu em escritórios governamentais e em bancos.

Devido à nova lei, algumas mulheres iranianas, principalmente motoristas, receberam até mesmo avisos via SMS, pelo celular, enviados pela polícia, por não estarem respeitando o uso do véu enquanto dirigiam, segundo o G1.