Notícias » Bizarro

Na China, Lady Gaga, Justin Bieber e BTS são censurados em especial de 'Friends'

Os fãs do seriado tiveram que contar com links pirateados para assistir o especial sem cortes

Redação Publicado em 29/05/2021, às 21h11 - Atualizado às 21h12

Montagem mostra Lady Gaga, Bieber, BTS e o elenco de Friends
Montagem mostra Lady Gaga, Bieber, BTS e o elenco de Friends - Divulgação/Instagram // Getty Images // Divulgação/HBO

Exibido no dia 27 de maio nos EUA, o então esperado especial da série Friends representou um grande marco para os fãs que residem no país, contudo, para os entusiastas que vivem na China, a experiência não foi tão animadora assim.

Acontece que na terra do Tio Sam o episódio contou com participações especiais, como o grupo BTS, Lady Gaga e Justin Bieber, entretanto, a China parece não ter optado por apresentar os artistas na televisão local.

Segundo a BBC, o BTS teria sido ‘boicotado’ por um episódio do ano passado. Em 2020, ao falarem sobre a relevante Guerra da Coreia num discurso, não mencionaram os esforços de combatentes chineses.

Já outro motivo seria ainda mais insólito: o uso de maquiagem excessiva pelos jovens garotos que arrastam multidões ao redor do mundo. Supostamente, na visão do país não seria um exemplo ideal para os jovens chineses.

Cena do especial de Friends /Crédito: Divulgação/HBO

 

Justin Bieber teria se tornado uma persona non grata após publicar imagens do Santuário Yasukuni no ano de 2014, como repercutiu o portal de notícias Terra. Localizado em Tóquio, Japão, existe como homenagem aos combatentes mortos durante seus esforços na Segunda Guerra, além dos criminosos de guerra.

E a 'mother monster'?

Bom, a reportagem explica que Gaga teria irritado a China no ano de 2016, quando se encontrou com Dalai Lama. Como luta pela libertação do Tibet, se tornou alvo do país. Vale lembrar que não seria a primeira vez que a dona do hit ‘Born This Way’ foi censurada localmente. Acontece que em 2019, quando cantou a música ‘Shallow’ no Oscar, a artista acabou sendo eliminada da transmissão do país.

Todavia, a solução encontrada para ver a versão sem cortes foi acompanhar as cenas excluídas através de links ou até mesmo recorrer a sites pirateados.