Notícias » Índia

Na Índia, mulher sofre abuso e é vaiada pelas ruas

11 membros de uma mesma família, incluindo várias mulheres e dois menores, foram detidos após o crime

Redação Publicado em 31/01/2022, às 11h03

Local para onde a vítima foi levada
Local para onde a vítima foi levada - Divulgação / Twitter / @NidhiSuresh

Onze pessoas de uma mesma família foram presas depois que uma mulher de 21 anos foi sequestrada, estuprada e carregada pelas ruas de Déli, na Índia. Entre os acusados estão várias mulheres, que teriam incentivado o crime, conforme informou a polícia indiana na última sexta-feira, 28

O grave incidente, condenado pela Comissão de Mulheres de Déli, foi classificado como "vergonhoso" pelo ministro-chefe da cidade.

De acordo com informações da agência de notícias AFP, foram divulgadas nas redes sociais imagens da vítima com o rosto pintado e o cabelo cortado. Nos vídeos, a jovem é empurrada e vaiada por diversas mulheres enquanto outras pessoas a aplaudem e filmam a cena.

Conforme apontou R. Sathiyasundaram, subchefe de polícia, o caso ocorreu na última quarta-feira, 26, no distrito de Shahdara, e foi motivado por um "conflito anterior".

"Os 11 detidos, incluindo dois menores, que não podem ser julgados como adultos, pertencem à mesma família e os vídeos mostram claramente que as mulheres estavam à frente", disse Sathiyasundaram à AFP.

Segundo a mídia local, um parente dos agressores teria se suicidado, aos 16 anos, jogando-se na frente de um trem, depois que a mulher rejeitou suas investidas. Ela, quem é casada e tem um filho de dois anos de idade, foi sequestrada e violentada pelo grupo.