Notícias » Arqueologia

Na Inglaterra, dois esqueletos da Idade do Ferro são descobertos durante obras

Arqueólogos encontraram os cadáveres em sepulturas separadas no condado de Lincolnshire

Alana Sousa Publicado em 17/01/2021, às 10h00

Imagem de um dos esqueletos desenterrados na Inglaterra
Imagem de um dos esqueletos desenterrados na Inglaterra - Divulgação

No condado de Lincolnshire, na Inglaterra, durante obras para a instalação de tubulações de água, dois esqueletos da Idade do Ferro foram encontrados em sepulturas separadas. Datados entre 800 a.C. e 43 d.C., os restos mortais foram enterrados no que hoje é o sítio arqueológico de Navenby. A informação foi divulgada pelo portal Lincolnshire Live.

Além dos cadáveres, vestígios de pequenos edifícios e cerâmicas quebradas também foram identificados. Em comunicado, Jo Everitt, assessor de meio ambiente e patrimônio da Anglian Water, disse: “Essas descobertas nos dizem muito sobre nossa história antiga e como as comunidades da Idade do Ferro vivenciaram o dia a dia”.

Detalhe de um dos esqueletos / Crédito; Divulgação

 

Além de afirmar que os achados “podem ajudar a melhorar nossa compreensão do desenvolvimento de nosso patrimônio regional e nacional”, Everitt contou que alguma descoberta, mesmo que pequena, já era esperada devido ao passado da região: “Nós sabemos que comunidades da Idade do Ferro existiram na área ao redor de Navenby e que também há uma história romana bem definida lá”.

Os esqueletos foram encaminhados para as instituições que participaram da escavação, são elas Trent and Peak Archaeology e Oxford Archaeology East. Mais análises serão realizadas futuramente para entender a vida e a morte desses dois indivíduos.

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.