Notícias » Entretenimento

Nada comunista: Filho de Bolanõs explica roupa vermelha do Chapolin

Roberto Gómez Fernández foi questionado sobre a cor da roupa do icônico personagem

Isabela Barreiros Publicado em 30/11/2021, às 11h15

Cena de Chapolin Colorado
Cena de Chapolin Colorado - Divulgação/SBT

Chaves” foi um dos programas de maior sucesso da televisão brasileira e foi transmitido durante décadas aos telespectadores, que desenvolveram um enorme carinho pelos personagens carismáticos da produção mexicana.

Outro seriado de Roberto Gómez Bolaños que também ganhou prestígio entre os brasileiros foi “Chapolin Colorado”, que conta a história de um herói atrapalhado em contexto latino-americano que muitas vezes mais atrapalha que ajuda os que precisam.

O criador das séries faleceu em 2014 aos 85 anos e acabou deixando algumas questões no ar para os fãs, que continuam com dúvidas sobre personagens, tramas e escolhas nas produções.

O filho de Bolaños, Roberto Gómez Fernández, falou recentemente em uma entrevista ao canal do Youtube “El Canal de Javier Alarcón” sobre alguns dos “segredos” dos personagens das criações do pai.

Ele foi questionado sobre a roupa de Chapolin Colorado e a suposta conotação comunista da cor escolhida para representá-lo, somente pelo fato de muitas pessoas associarem o vermelho à ideologia.

“Há muitas interpretações”, explicou. “Uma delas é que [dizem que] o vermelho de Chapolin é uma inclinação comunista. Mas, por exemplo, roupas verde e azul não funcionavam por causa do ‘chroma key’ [recurso onde o fundo das produções tem cor sólida, geralmente verde, para que se possa mudá-lo depois].

“Branco e preto também eram ruins para controle de imagem. Daí, sobrou o vermelho”, concluiu Fernández. Ou seja, Chapolin comunista é só um delírio. 

Veja a entrevista completa aqui.