Notícias » Mundo

"Não há necessidade de ele ser legal comigo", diz Bill Gates sobre Musk

Em nova entrevista, Gates desbafou sobre teorias da conspiração e Elon Musk, confira

Alan de Oliveira | @baco.deoli, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 05/05/2022, às 12h59

Bill gates em coletiva de projeto de transformação da água
Bill gates em coletiva de projeto de transformação da água - Getty Images

Bill Gates disse ao programa "Today", da "BBC", nesta manhã, 5, que as teorias da conspiração sobre ele, eram "loucas" e ser ofendido em público era "horrível". O fundador da Microsoft também disse ao jornalista Mishael Hussain, da "BBC", que o encontro com Jeffrey Epstein foi um "erro".

Gates também abordou as recentes críticas públicas de Elon Musk a ele — o fundador da Microsoft já foi o homem mais rico do mundo; agora o título pertence ao criador da SpaceX e da Tesla.

"Não há necessidade de ele ser legal comigo", falou.

Questionado se ele havia apostado contra Tesla, Bill respondeu: "Isso não tem nada a ver com as mudanças climáticas. Tenho maneiras de diversificar [os investimentos]".

O também novo dono do "Twitter", acredita que vender sua participação na fabricante de carros elétricos “Tesla”, prejudicaria a filantropia ambiental de Gates.

Ele rejeita a ideia de que parte da tecnologia que a "Tesla" usa, é ruim para o meio ambiente, dado que a montadora aproveita-se da energia já causada pelo ser humano, para realizar avanços e movimentos dos veículos.

Bill Gates x Elon Musk ganha foco da mídia

Recentemente, Bill falou sobre a compra de Elon Musk do "Twitter". Para o fundador de diversos grupos tecnológicos, o conceito de liberdade de expressão dele, é extremamente delicado e se não “muito bem cuidado”, será usado como forte arma negacionista e propagadora de ódio.

Há um tempo, Elon chegou a postar uma foto onde zombava dele, colocando um emoji de homem grávido ao comentar sobre ego de colega da lista da "Forbes" de mais riscos do mundo.