Notícias » Estados Unidos

Nos EUA, homem que foi considerado 'Paramédico do Ano' é acusado de roubar vacinas

O insano caso aconteceu na Flórida, com Joshua Colon sendo detido na última segunda-feira, 25

Redação Publicado em 28/01/2021, às 13h03

Imagem do paramédico
Imagem do paramédico - Divulgação/Gabinete do Xerife do Condado de Polk

Com o desenvolvimento de vacinas com o objetivo de impedir a contaminação do novo coronavírus ao redor do mundo, muitas histórias estão emocionando pessoas, contudo, um fato divulgado nos EUA chocou as autoridades do país.

Isso porque Joshua Colon, que atualmente tem 31 anos, acabou sendo detido na Flórida na última segunda-feira, 25, após ser acusado de furtar doses de uma vacina contra o vírus. As informações foram repercutidas pelo portal de notícias UOL.

Curiosamente, Colon recebeu o título de “Paramédico do Ano”, antes de receber a acusação de furto. Fora apurado que ele colaborou com Anthony Damiano, superior, para roubar as doses da Moderna Inc contra o vírus.

A CBS Miami informou um dado ainda mais chocante: as vacinas que o rapaz foi acusado de roubar seriam enviadas para pessoas que estão na linha de frente durante a pandemia.

O veículo também explica que o profissional acabou adulterando as informações das doses nos formulários e elaborou uma falsa triagem com o objetivo de acobertar o superior.

Além de abandonar o cargo no corpo de bombeiros, Joshua é acusado, conforme descrito pela AFP, de “uso de instrumento falso, uso criminoso de identificação pessoal, criação de pessoa fictícia e falsificação de registro oficial como funcionário público”.