Notícias » EUA

Nos EUA, paciente cardíaco morre por falta de vaga de UTI nos hospitais

Foram contatados 43 hospitais de três estados diferentes, mas todas as unidades estavam lotadas em razão da alta dos casos de Covid-19

Redação Publicado em 13/09/2021, às 12h09

Equipe médica acompanha paciente de Covid-19
Equipe médica acompanha paciente de Covid-19 - Getty Images

Um americano do estado do Alabama morreu no início de setembro após ter sofrido de um problema cardíaco e não encontrado vaga em uma UTI, em razão da superlotação causada pelo aumento dos casos de Covid-19. Conforme a NBC News, o Alabama teve uma das menores taxas de vacinação nos EUA.

Segundo a fonte, equipe de emergência do hospital para o qual Ray DeMonia foi levado entrou em contato com 43 hospitais de três estados diferentes, mas não havia vagas. 

Conforme um obituário publicado pela família do paciente, ele morreu no dia 1º de setembro, três dias antes de completar 74 anos. No mesmo comunicado, os familiares afirmaram: "Ray era um grande homem, querido e respeitado por muitos".

Os parentes pediram ainda que as pessoas que não foram vacinadas tomem o imunizante "em um esforço para liberar recursos para emergências não relacionadas à Covid". "Ele não gostaria que nenhuma outra família passasse pelo que ele passou", afirmaram.

A situação no estado é tão alarmante que enfermeiros chegaram a protestar recentemente em razão das condições de trabalho em que se encontram. Além disso, em agosto, afirmou que não iria mais tratar de pacientes não vacinados.