Notícias » Arqueologia

Novo estudo sugere a real altura do lendário Michelangelo

Segundo a pesquisa, a estatura do artista renascentista não era tão impressionante quanto suas icônicas obras

Ingredi Brunato, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 04/09/2021, às 11h00

Montagem mostrando uma pintura de Michelangelo e uma fotografia de seus supostos sapatos
Montagem mostrando uma pintura de Michelangelo e uma fotografia de seus supostos sapatos - Wikimedia Commons / Casa Museo Buonarroti / Anthropologie

Um estudo publicado em setembro de 2021 na revista Anthropologie foi capaz de descobrir a altura de Michelangelo através da análise de seus sapatos. 

Segundo repercutido pelo Live Science na última sexta-feira, 3, as peças examinadas eram dois calçados de couro e um chinelo sem par, todos itens retirados do acervo do Museu Casa Buonarroti, que fica na cidade italiana de Florença. 

Os especialistas calcularam as dimensões dos pés de Michelangelo e, em seguida, fizeram uma estimativa de sua estatura, além de basear o estudo em descrições feitas do físico do artista em documentos históricos.

Assim, revelou-se que o responsável pelos estonteantes afrescos do teto da Capela Sistina tinha, na verdade, apenas 1,6 metros de altura. Vale lembrar que, na época em que ele viveu, essa era a altura media dos homens adultos europeus. 

Os objetos pessoais do célebre artista foram encontrados em sua casa no século passado. Embora se presuma que eles tenham pertencido a Michelangelo, todavia, não se pode eliminar a possibilidade de o verdadeiro dono ter sido um descendente do renascentista que viveu ali depois dele, por exemplo. 

Um dos motivos pelo qual não temos tantas informações a respeito da aparência do pintor e escultor é porque seus restos mortais nunca foram encontrados. Essa pesquisa recente, porém, é um avanço importante na direção de desvendar as dimensões do talentoso artista, que morreu aos 88 anos de idade.