Notícias » Esporte

Obra denuncia o esquema corrupto da Rússia em burlar o sistema de antidoping

‘O protocolo russo’, do químico Grigory Rodchenkov, revela como o país foi punido nos Jogos Olímpicos e na Copa do Mundo

Victória Gearini | @victoriagearini Publicado em 28/07/2021, às 09h06 - Atualizado às 10h06

Imagem meramente ilustrativa de doping
Imagem meramente ilustrativa de doping - Imagem de jorono por Pixabay

Publicada no início deste ano no Brasil pela Faro Editorial, a obra ‘O protocolo russo’, escrita pelo químico Dr. Grigory Rodchenkov, revela o maior esquema de burlamento do sistema de antidoping dos Jogos Olímpicos de Inverno. 

O químico Grigory Rodchenkov foi responsável por denunciar o maior esquema de doping da história do esporte mundial. Atualmente, o especialista vive nos Estados Unidos, com uma nova identidade e protegido pelo sistema de proteção a testemunhas. 

[Colocar ALT]
O protocolo russo, de Grigory Rodchenkov (2021) / Crédito: Divulgação / Faro Editorial

Ao todo, o autor levou três anos para escrever este relato. O atual presidente da Rússia, Vladimir Putin, por sua vez, chegou a colocar o serviço de espionagem internacional atrás dele. O escritor não só revelou o esquema de burlamento do sistema de antidoping, como denunciou o esquema de corrupção e destruição na formação de atletas russos. 

Criado pelo governo da Rússia, o esquema para “melhorar” a performance dos esportistas russos levou o país a inúmeras vitórias. Contudo, segundo os relatos do autor, muitos foram hostilizados a ingerir anabolizantes e esteróides, motivo que levou ao banimento do país nos Jogos Olímpicos em Tóquio. 

Grigory Rodchenkov, por sua vez, conheceu os anabolizantes quando ainda era atleta universitário. Mais tarde, o esportista tornou-se químico, motivo que o fez estudar essas substâncias em contato com o organismo. A partir de seu conhecimento sobre as reações fisiológicas, ele montou um sistema capaz de burlar o sistema de antidoping. 

No decorrer da obra, ele explica como o governo russo investiu nessa prática e quais métodos eles utilizaram para “limpar” os organismos dos atletas antes das competições. Como representante oficial de antidoping do COI no país, o químico sabia, ainda, como despistar as investigações. 

Todavia, após o esquema ser revelado ao mundo, os atletas russos foram proibidos de representar o país nos Jogos Olímpicos, na Copa do Mundo e em vários outros campeonatos, durante quatro anos.

A crítica do The Guardian avaliou a obra como: “O livro do ano!”. Já o The Times analisou os escritos do autor como um “caso de amor da Rússia com o doping”.

Considerado um dos maiores relatos de burlamento do sistema de antidoping, a obra ‘O protocolo russo’ encontra-se disponível na Amazon em formato Kindle e capa comum.


+Saiba mais sobre a obra citada acima por meio da Amazon: 

O protocolo russo, de Grigory Rodchenkov (2021) - https://amzn.to/3BPGXj6

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W