Notícias » Entretenimento

Obra inédita revela que, inicialmente, Michael Jackson não gostou de Thriller

Lançado em 1982, o disco foi um dos mais vendidos da história do pop e, ainda assim, não agradou o icônico cantor

Pamela Malva Publicado em 15/07/2020, às 15h00

Fotografia de Michael Jackson, o Rei do pop
Fotografia de Michael Jackson, o Rei do pop - Divulgação

Com mais de 60 milhões de cópias vendidas no mundo todo, Thriller é um dos discos mais famosos da história do pop. Segundo um novo livro sobre Michael Jackson, no entanto, o cantor não gostou nada da obra quando a escutou pela primeira vez.

Lançado em julho de 2020, o livro Bad, do jornalista Dylan Howard, conta que “no verão de 1982, Quincy Jones ouviu cerca de 600 músicas para escolher quais entrariam em Thriller”. Quando a obra ficou pronta, contudo, o resultado não foi tão bom.

Produtor da mais novo disco de Michael, Quincy estava sendo pressionado pela gravadora, que desejava lançar o álbum antes do Natal. “Quando Michael ouviu a primeira mixagem, odiou — assim como Quincy”, explicou Howard.

Michael Jackson, então, exigiu que o lançamento de Thriller fosse adiado. Com isso, o disco foi mixado mais uma vez, agora segundo o gosto do cantor. Depois da mudança, com músicas como Beat it e Billie Jean, o álbum conquistou 33 certificações de platina.