Notícias » China

OMS volta atrás e aumenta gravidade do risco internacional do coronavírus

A organização admitiu “erro de formulação” e se corrigiu, elevando o índice de "moderado" para "alto"

Isabela Barreiros Publicado em 27/01/2020, às 16h13

Pessoas infectadas com o coronavírus na China
Pessoas infectadas com o coronavírus na China - Getty Images

A OMS (Organização Mundial da Saúde) alterou hoje o índice de risco internacional do coronavírus, uma doença que surgiu na China. A organização admitiu “erro de formulação” e se corrigiu, aumentando o nível do risco de “moderado”, como foi considerado anteriormente, para “alto”.

Um porta-voz explicou à agência de notícias AFP que “foi um erro de formulação nos relatórios de 23, 24 e 25 de janeiro, e nós o corrigimos”. O relatório atual, publicado hoje, alega que a "avaliação de risco (...) não mudou desde a última atualização (22 de janeiro): muito alto na China, alto no nível regional e em todo o mundo”.

Mesmo que tenha informado que “não mudou desde a última atualização”, o índice foi reconsiderado e alterado para “alto”, diferentemente do que constava nas avaliações anteriores.

O termo foi utilizado durante a epidemia de outras doenças que também foram disseminadas mundialmente como a H1N1 em 2009, vírus zika em 2016 e a doença causada pelo vírus ebola, entre 2014 e 2016.