Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Greccio

Onde fica o primeiro presépio do mundo?

Em 1223, São Francisco construiu o primeiro presépio do mundo em uma pequena vila italiana que até hoje é um símbolo do espírito natalino

Redação Publicado em 20/12/2023, às 14h33 - Atualizado em 21/12/2023, às 11h37

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem aérea de Greccio - Divulgação/ Youtube/ Still Wanderer
Imagem aérea de Greccio - Divulgação/ Youtube/ Still Wanderer

São Francisco de Assis (1182—1226) foi um cristão nascido na cidade de Assis, localizada na Itália. Filho de comerciantes, Francisco se tornou frade e foi responsável por fundar a Ordem dos Franciscanos. Apenas dois anos após sua morte, teve o privilégio de ser canonizado pelo papa Gregório IX, conquistando seu lugar na história da Igreja Católica. 

Uma das grandes contribuições do religioso às tradições cristãs relativas à comemoração do Natal foi a construção do primeiro presépio, que representa a cena do nascimento de Jesus Cristo em um celeiro, cercado de feno e animais, na presença da Virgem Maria e do carpinteiro José, e também dos três reis magos que vieram lhe trazer presentes. 

A celebração realizada no dia 25 de dezembro, afinal, tem como objetivo principal comemorar o aniversário da figura messiânica — com a data de sua chegada ao mundo marcando um período de renovação da esperança. 

Nascimento de uma tradição

São Francisco de Assis representado em pintura / Crédito: Divulgação/ Wikimedia Commons

O local em que São Francisco de Assis construiu seu presépio foi Greccio, uma pequena vila medieval localizada em uma área montanhosa do terreno italiano. A meta do frade era usar a iniciativa para explicar a história por trás da comemoração para os aldeões. 

O acontecimento histórico se deu em 1233, quando o católico conduziu uma missa da meia-noite na véspera natalina, encenando o conto bíblico com a ajuda dos residentes, que interpretaram diferentes personagens. 

O projeto foi um sucesso tão grande entre os habitantes que se tornou uma tradição anual — e posteriormente foi copiada em outras partes da Itália à medida que missionários visitavam a aldeia e gostavam da ideia. 

Assim, a vila se tornou, daquela época até os dias atuais, um popular local de peregrinação durante os fins de ano. Segundo repercutiu a BBC Travel, Greccio recebe cerca de 100 mil turistas a cada dezembro. 

E, é claro, o que não falta são presépios de diferentes tamanhos e níveis de detalhes: a vila organiza diversas construções elaboradas de alvenaria, que decoram as ruas em uma exposição a céu aberto. Além de admirá-los, os visitantes podem comprar miniaturas de qualidade para levarem para casa como lembrancinha da viagem.

Neste ano de 2023, aliás, o Natal em Greccio será ainda mais especial. Isso pois o presépio original de São Francisco de Assis irá completar 800 anos de história no próximo 24 de dezembro. 

O santo e a vila 

Ainda de acordo com o veículo, o católico era conhecido pelo seu amor à Natureza, e, após conhecer a aldeia italiana montanhosa, acabou se encantando pela paisagem local, de forma que prosseguiu morando ali até o fim de seus dias. 

Em Greccio, São Francisco, além de iniciar um costume natalino que persiste até a atualidade, também construiu um belo Santuário para servir de morada e local de culto — que se tornou um ponto turístico da vila. 

O Santuário / Crédito: Divulgação/ Youtube/ Vídeo/ 365COMPASS

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!