Notícias » Rússia

Opositor russo, Navalny convoca protestos e chama Putin de ‘czar insano’

“Não vamos 'ser contra a guerra'. Vamos lutar contra a guerra", declarou Navalny, que está preso, em suas redes sociais

Fabio Previdelli Publicado em 02/03/2022, às 12h04

Alexei Navalny em vídeo do The Guardian
Alexei Navalny em vídeo do The Guardian - Divulgação/Youtube

Preso na colônia penal de Pokrov — que fica a 100 quilômetros ao leste de Moscou —, o opositor russo Alexei Navalny convocou a população russa para protestar contra a invasão do país à Ucrânia

Em suas redes sociais, Navalny, que desde fevereiro de 2021 cumpre uma sentença de dois anos e meio por fraude — em um julgamento que o ativista chamou de político e manipulado —, afirmou que o presidente russo Vladimir Putin (um ‘czar insano’, em suas palavras) não representa o país e pediu para que a população da Rússia não fique calada neste momento. 

Vamos pelo menos não nos tornar uma nação de pessoas silenciosas e assustadas. De covardes que fingem não notar a guerra agressiva contra a Ucrânia desencadeada por nosso czar obviamente insano.”

"Já estou na prisão, então acho que posso [convocar os protestos]", continuou o opositor. "Não há ninguém para fazer isso por nós. Não vamos 'ser contra a guerra'. Vamos lutar contra a guerra".

Por fim, segundo repercutido pela agência ANSA, Navalny recordou um ensinamento que aprendeu durante sua infância. Ele nasceu na extinta União Soviética. "A frase principal de lá — da minha infância — era lutar pela paz. Apelo a todos para irem às ruas e lutarem pela paz (...) Mas devemos, cerrando os dentes e vencendo o medo, sair e exigir o fim da guerra.".