Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Ovo de galinha romano de 1.700 anos é examinado

Ovo de galinha foi descoberto no município de Aylesbury, na Inglaterra, e data aproximadamente do século 4, quando a região ainda era povoada pelos romanos

Éric Moreira Publicado em 13/02/2024, às 15h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ovo de galinha de 1.700 anos descoberto na Inglaterra - Divulgação/Oxford Archaeology
Ovo de galinha de 1.700 anos descoberto na Inglaterra - Divulgação/Oxford Archaeology

Entre 2007 e 2016, antes da construção de um conjunto habitacional no município de Aylesbury, em Buckinghamshire, na Inglaterra, foram feitas escavações que surpreenderiam a comunidade arqueológica de todo o mundo com um achado único: um ovo de galinha intacto, datado da antiga Grã-Bretanha romana.

Na época da descoberta, o ovo — que possui cerca de 1.700 anos — já foi descrito como uma "descoberta genuinamente única". Porém, mais recentemente o achado se mostrou ainda mais especial, quando pesquisadores descobriram que ele ainda continha a gema e a clara em seu interior.

+ Quem veio primeiro? Entenda o novo estudo que diz ter sido a galinha

Conforme repercutido pela BBC News, foi realizada uma micro tomografia computadorizada, que gera imagens 3D, na qual foi possível apontar que o ovo ainda possuía seu saco aéreo, e o conteúdo de seu interior foi preservado.

Para Edward Biddulph ao veículo, gerente sênior de projetos da Oxford Archaeology e supervisor da escavação, a descoberta foi "incrível... O fato de o ovo ainda manter seu conteúdo original, no entanto, é absolutamente incrível. [...] Ficamos absolutamente impressionados quando vimos o conteúdo ali, pois esperávamos que eles tivessem vazado."

Ainda é descrito que este não foi o único ovo encontrado, mas ele foi o único que seguia intacto; os outros que quebraram durante a escavação liberaram um "fedor potente", conforme relatado pelos arqueólogos.

Fotografia tirada em meio a escavações que revelaram ovo de galinha de 1.700 anos na Inglatera / Crédito: Divulgação/Oxford Archaeology

Descoberta inusitada

Posteriormente, o ovo foi levado ao Museu de História Natural de Londres. Douglas Russell, curador sênior da coleção de ovos e ninhos de pássaros do museu, conta que "existem ovos mais antigos com conteúdo — por exemplo, o [museu] tem uma série de ovos de pássaros mumificados, provavelmente escavados... Das catacumbas de animais sagrados em Denderah, Alto Egito, em 1898, que podem ser mais antigos."

+ Ovo de galinha de mil anos é descoberto conservado em fezes humanas em Israel

No entanto, este é o ovo de ave preservado involuntariamente mais antigo que já vi. Isso o torna fascinante."

"No futuro, será muito emocionante ver se podemos usar qualquer uma das modernas técnicas de imagem e análise disponíveis aqui no museu para esclarecer exatamente quais espécies depositaram os ovos e seu potencial significado arqueológico", acrescenta.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!