Notícias » Brasil

Pela primeira vez, tartaruga-de-pente é encontrada viva em praia catarinense

Segundo a equipe que monitora a região, a espécie está em perigo crítico de extinção. Confira imagens!

Pamela Malva Publicado em 04/11/2021, às 19h00

Fotografias da tartaruga encontrada em Santa Catarina
Fotografias da tartaruga encontrada em Santa Catarina - Divulgação/ PMP BS - Udesc

No último domingo, 31, especialistas se surpreenderam ao encontrar, pela primeira vez, uma tartaruga-de-pente viva na praia do Mar Grosso, em Santa Catarina. Segundo o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP), esse é um raro achado, já que, até então, indivíduos da espécie só eram encontrados mortos na região.

Uma vez recuperada, a tartaruga foi levada até a Unidade de Estabilização de Fauna Marinha, onde passa por um processo de reabilitação, recebendo o atendimento médico necessário. Isso porque, segundo o veterinário Eduardo Macagnan, o indivíduo está "extremamente caquético, sem defecar, nem urinar e com a glicemia bem baixa".

Por sorte, apesar de seu estado crítico de saúde, a tartaruga não apresentou quaisquer ferimentos aparentes, de acordo com informações do G1. Ela foi a primeira da espécie encontrada desde 2015, ano em que o PMP foi implementado na praia do Mar Grosso.

Conforme explicaram os especialistas do projeto, as tartarugas-de-pente (Eretmochelys imbricata) fazem parte da categoria de animais em perigo crítico de extinção. Ainda assim, a espécie é tida como a mais tropical dentre todas as tartarugas marinhas.

Imagem da tartaruga recebendo o tratamento / Crédito: Divulgação/PMP BS - Udesc

 

Imagens da tartaruga já nas mãos dos profissionais / Crédito: Divulgação/PMP BS - Udesc