Notícias » Reino Unido

Pensando em dívidas e empregos, Royal Academy analisa venda de peça de Michelangelo

A escultura é a única do artista em toda a Inglaterra, sendo considerada uma das mais belas obras do renascentista

Caio Tortamano Publicado em 26/09/2020, às 09h47

A obra Taddei Tondo
A obra Taddei Tondo - Wikimedia Commons

A Royal Academy of Arts, em Londres, acumula dívidas. Para aliviar o pagamento da folha salarial, a organização da instituição estuda a venda de uma das peças mais relevantes de seu acervo, um alto-relevo em mármore chamado Taddei Tondo, feito por ninguém menos que Michelangelo.

Segundo o jornal The Guardian, a instituição com mais de duzentos anos já estava com problemas financeiros antes mesmo do confinamento causado pela pandemia do novo coronavírus, todavia, os obstáculos se agravaram ainda mais com o fechamento temporário do acervo.

A Royal Academy conta com cerca de 150 funcionários, que seriam salvos com a venda da peça de Michelangelo, avaliada em 100 milhões de libras (mais de 700 milhões de reais). No entanto, a presidente da instituição, Rebecca Salter, não acredita na ideia, uma vez que a obra foi doada para a galeria em 1829, após a morte de Lady Margaret Beaumont, fundadora da academia.

A peça é uma raridade, não só por pertencer a um dos maiores artistas renascentistas, mas por também estar inacabada. É a única peça de escultura de Michelangelo em toda a Inglaterra, e mostra a Virgem Maria ao lado de seu marido São João, na companhia de Jesus Cristo, ainda menino.