Notícias » Canadá

Pesquisadores encontram impressionante rocha cheia de diamantes de 2,7 milhões de anos

Essa descoberta dirige operações de mineração de vários milhões de dólares, mas também será fundamental para o entendimento da geologia da Terra

Gabriel Fagundes Publicado em 23/03/2020, às 07h57

Quimberlito, a rocha que possuí diamantes. Ela além de ser valiosa, irá ajudar na reconstrução das formas dos continentes antigos
Quimberlito, a rocha que possuí diamantes. Ela além de ser valiosa, irá ajudar na reconstrução das formas dos continentes antigos - Divulgação

Foi encontrado pelos pesquisadores da Universidade da Colúmbia Britânica um pedaço perdido de um antigo continente cheio de diamantes, que fazia parte da crosta continental da Terra há 2,7 bilhões de anos, em profundidades de 90 a 640 milhas (150 a 400 quilômetros).

O fragmento do Crátons (estruturas geológicas muito antigas e ricas em minerais metálicos) do Atlântico Norte (NAC) foi localizado por geólogos que procuravam amostras de exploração de diamantes da ilha de Baffin, no sul do Canadá. Esse achado foi extraído de uma parte antiga da crosta continental da Terra que atinge o topo do hemisfério norte, da Escócia à região canadense de Labrador, nas profundezas do subsolo.

A grande descoberta é o Quimberlito, uma rocha fragmentada de cor escura e pesada que contém diamantes, muitas vezes possui cristais arredondados cercados por uma matriz de massa fina de grãos finos. Por isso, é tão buscado e dirige operações de mineração de vários milhões de dólares. 

Sua importância para os estudiosos está além do valor financeiro, sendo fundamental no entendimento da reconstrução dos continentes antigos.  Para a geóloga da Universidade da Colúmbia Britânica, Maya Kopylova, agora será possível “entender e mapear não apenas a camada mais fina da Terra que compõe um por cento do volume do planeta, mas nosso conhecimento é literal e simbolicamente mais profundo".


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du