Notícias » Brasil

Polícia confirma que Sérgio Reis irá responder a inquérito por pelo menos três delitos

Em áudio, o cantor tentou pressionar uma greve de caminhoneiros para apoiar Jair Bolsonaro

Redação Publicado em 17/08/2021, às 11h07

Sérgio Reis em entrevista
Sérgio Reis em entrevista - Divulgação/Youtube/RedeTV

De acordo com informações publicadas na noite de ontem, 16, pelo portal Catraca Livre, a Polícia Civil do Distrito Federal informou que o cantor Sérgio Reis, de 81 anos de idade, irá responder a um inquérito por pelo menos três crimes.

O caso aconteceu após uma fala do artista ter viralizado nas redes sociais, em um áudio, Sérgio fala para que caminhoneiros pressionem o Senado a afastar ministros do Supremo Tribunal, através de paralização. De acordo com o G1, o áudio em questão foi gravado após o cantor ter se encontrado com o presidente do país, Jair Bolsonaro.

“O Brasil inteiro vai estar parado. Ninguém trafega, ninguém sai. Ônibus volta para trás com passageiros. Só vai passar polícia federal, ambulância, bombeiro e cargas perecíveis. Fora isso, ninguém anda no Brasil.”, disse Reis.

Segundo as autoridades, o cantor será convocado para prestar depoimento. De acordo com o delegado responsável, Leonardo de Castro, o objetivo agora é investigar a suposta associação do artista envolvendo ações criminosas como ameaça, dano e atentado contra a segurança de meio de transporte.

Em entrevista para a jornalista Mônica Bergamo, para o jornal Folha de São Paulo, a esposa de Sérgio afirmou que o cantor teria passado mal e ficado em estado depressivo após a divulgação do áudio nas redes.