Notícias » Pré-História

Povos pré-históricos se alimentaram de moluscos durante migração

Quando os recursos terrestres estavam escassos, as pessoas poderiam recorrer a outro tipo de sustento, possibilitado pelas linhas costeiras do Mar Vermelho

Isabela Barreiros Publicado em 17/06/2020, às 09h00

Imagem ilustrativa de conchas de moluscos
Imagem ilustrativa de conchas de moluscos - Wikimedia Commons

Um novo estudo realizado pela Universidade de York revelou que, na pré-história, enquanto estavam migrando para fora da África, indivíduos se alimentavam de moluscos na falta de outros recursos geralmente encontrados na terra.

Os pesquisadores analisaram os recifes fósseis que estão próximos às margens do Mar Vermelho, além de mais de 15 mil conchas que tem pelo menos 5 mil anos. Antes, a região servia como rotas de migração pré-históricas que iam da África até a Arábia.

Segundo Niklas Hausmann, pesquisador Associado do Departamento de Arqueologia da Universidade de York e principal autor do artigo, o estudo “sugere que as linhas costeiras do Mar Vermelho tinham os recursos necessários para fornecer uma passagem para pessoas pré-históricas".

Durante períodos de pouca chuva, por exemplo, os recursos que poderiam ser obtidos no ambiente terrestre se tornavam escassos, o que fez com que os indivíduos começassem a buscar por outras fontes de alimento.

“A disponibilidade de recursos alimentares desempenha um papel importante na compreensão da viabilidade de migrações humanas passadas - as migrações de caçadores-coletores exigiriam comida local fontes e períodos de aridez poderiam, portanto, restringir esses movimentos”, explicou Hausmann.