Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Japão

Prejuízo: Terremoto no Japão que aconteceu no Ano-Novo deixou danos bilionários; veja valor

De acordo com um representante do governo do país, os custos dos estragos somam uma quantia grandiosa, além de ter deixado 236 mortos

Isabelly de Lima Publicado em 26/01/2024, às 12h02

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Danos causados no Japão graças ao terremoto - Reprodução / Youtube / UOL
Danos causados no Japão graças ao terremoto - Reprodução / Youtube / UOL

Um representante do governo japonês informou que os custos associados aos estragos causados pelo terremoto durante a celebração do Ano-Novo, que resultou na triste perda de pelo menos 236 vidas no centro do Japão, podem chegar a uma quantia substancial de 17,6 bilhões de dólares.

O sismo, com magnitude de 7,5, e suas subsequentes réplicas, causaram estragos significativos em vastas áreas da província de Ishikawa, localizada ao longo da costa do Mar do Japão. Edificações foram completamente destruídas, estradas foram danificadas, e incêndios de grandes proporções irromperam na região.

Conforme estimativas do governo, os danos em Ishikawa e em duas regiões vizinhas podem variar entre 1,1 bilhão e 2,6 bilhões de ienes (equivalente a 7,4 bilhões a 17,6 bilhões de dólares), como confirmado pelo funcionário à AFP, via UOL.

Menor que o prejuízo

Esses valores estão consideravelmente abaixo dos prejuízos causados pelo terremoto e tsunami em 2011, no nordeste do Japão, totalizando 16,9 bilhões de ienes. Esse desastre, que resultou na perda de 18.500 vidas e desencadeou um grave acidente nuclear na usina de Fukushima, permanece como um dos eventos mais trágicos da história recente do país.

Na quinta-feira, 25, as autoridades apresentaram os planos de reconstrução para Ishikawa, onde a presença de neve e os danos na rede viária complicaram as operações de resgate e assistência. Embora o Japão esteja "acostumado" a eventos sísmicos e mantenha regulamentações de construção rigorosas, algumas áreas rurais afetadas por este recente terremoto possuem estruturas mais antigas e menos resistentes.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!