Notícias » Venezuela

Presidente da Venezuela critica fala de Bolsonaro, que relacionou erroneamente vacina com a AIDS: ‘Estupidez típica’

Em discurso, Nicolás Maduro falou sobre o assunto

Redação Publicado em 27/10/2021, às 09h02

Nicolás Maduro e Jair Bolsonaro
Nicolás Maduro e Jair Bolsonaro - Getty Images

Em discurso transmitido pela televisão estatal da Venezuela, na última terça-feira, 26, o presidente do país, Nicolás Maduro, criticou uma recente fala do governante brasileiro, Jair Bolsonaro. O presidente do Brasil relacionou erroneamente a vacina contra o novo coronavírus com a AIDS.

Em live,Bolsonaro afirmou que supostos estudos do Reino Unido teriam concluído que pessoas imunizadas estariam desenvolvendo AIDS “muito mais rápido do que o previsto”. Em decorrência da fake news, o vídeo foi retirado das redes.

Ao falar sobre o assunto, Maduro chamou o presidente de “imbecil”, “palhaço” e “irresponsável”. O venezuelano afirmou que o governante do Brasil prejudica o povo de seu país, a humanidade e a Venezuela. As informações foram publicadas nesta quarta-feira, 27, pela agência de notícias EFE.

"O imbecil do Jair Bolsonaro no Brasil... imbecil, palhaço, disse ontem uma estupidez típica de alguém de direita, desprestigiado (...) ele disse que as vacinas contra o coronavírus, quando aplicadas, causavam Aids", pontuou Maduro.

"Bolsonaro, todos os dias, passa seu tempo falando mal da Venezuela, em vez de se dedicar a governar e atender o povo. O Brasil atingiu 600 mil mortes pelo coronavírus", finalizou.