Notícias » Estados Unidos

Primeiro ninho de ‘vespas assassinas’ encontrado nos EUA é destruído por equipe especializada

O local em questão possuía cerca de 200 das chamadas vespas gigantes asiáticas, conhecidas por seu veneno potente e perigoso

Penélope Coelho Publicado em 26/10/2020, às 10h02

Imagem de uma vespa gigante asiática
Imagem de uma vespa gigante asiática - Wikimedia Commons

No último sábado, 24, especialistas equipados fortemente com material e roupa de proteção, destruíram o primeiro ninho das vespas conhecidas como ‘assassinas’, localizado nos Estados Unidos. As informações são da BBC.

De acordo com a publicação, o ninho estava na cidade de Blaine, próximo à fronteira com o Canadá e possuía de 100 a 200 vespas-mandarinas (ou vespas gigantes asiáticas) em seu interior. Durante semanas, o Departamento de Agricultura do Estado procurou o ninho através de rastreamento. O local em questão foi aspirado da cavidade de uma árvore, que agora será derrubada a fim de evitar a formação de um novo ninho.

As vespas ‘assassinas’ possuem uma ferroada perigosa e podem cuspir veneno, esses insetos têm como alvo as abelhas, e por isso, preocupam especialistas — já que podem destruir uma colônia inteira em poucas horas, prejudicando o ecossistema.

Para humanos, a picada da vespa gigante asiática — que mede cerca de 5 centímetros — pode levar a morte, o risco aumenta se a pessoa que sofrer o ataque for alérgica, ou, se o número de ferroadas for alto. Essa espécie de vespa é comum na China, Japão, Tailândia e Coreia do Sul.