Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / César Ducornet

Quem é César Ducornet, homenageado pelo Google?

Nesta quarta-feira, 10, Doodle do Google é estampado com homenagem a Louis Joseph César Ducornet, pintor francês que ficou famoso por técnica inusitada ao compor obras; confira!

Éric Moreira Publicado em 10/01/2024, às 08h15 - Atualizado às 18h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Homenagem no Doodle, do Google, a Louis Joseph César Ducornet - Google
Homenagem no Doodle, do Google, a Louis Joseph César Ducornet - Google

Nesta quarta-feira, 10 de janeiro, o Google fez uma homenagem no Doodle ao artista francês Louis Joseph César Ducornet, renomado pintor do século 19. Nesta mesma data, em 1806, ele nascia na cidade de Lille, na França.

O que mais chama atenção na história do pintor, porém, não são simplesmente suas belas obras, mas sim a forma como elas foram produzidas. Isso porque, devido a algumas malformações em seus membros, ele era obrigado a pintar exclusivamente com o pé.

Segundo o blog Google Discovery, Ducornet nasceu com uma condição chamada focomelia, que provoca uma série de malformações no corpo da criança. No caso do pintor francês, ele não possuía nenhum dos braços e nem sua perna esquerda, além de apresentar somente quatro dedos em seu pé direito.

Autorretrato de César Ducornet / Crédito: Domínio Público via Wikimedia Commons

Superação

Durante a infância, César Ducornet era carregado para todo canto por seu pai, pois não conseguia caminhar devido sua condição. Porém, depois que conseguiu pegar um pedaço de carvão com o pé direito, ele começou a se arriscar com desenhos, o que eventualmente despertaria sua paixão pela pintura e pela arte.

Um ilustrador bastante habilidoso, Ducornet acabou chamando bastante atenção de escolas de arte e artistas locais, recebendo treinamento. Eventualmente, conseguiu até mesmo uma pensão do governo do rei Luís XVIII, que lhe permitiu estudar com outros renomados pintores de Paris, como Guillaume Guillon-Lethière, François Louis Joseph Watteau e François Gérard.

No começo de sua carreira artística, dedicou-se principalmente a criar quadros de retratos de cenas bíblicas, produzindo entre eles 'Arrependimento' e 'São Luís administrando a Justiça', ambos ainda hoje expostos no Museu de Lille. Em 1840 também produziu 'Maria Madalena', e com o tempo conquistou diversos prêmios no Salão de Arte.

+ A tela que revelou uma curiosidade sobre Van Gogh

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!