Notícias » Paulo Gustavo

'Rezo para que viva bastante', diz mãe de Paulo Gustavo sobre pastor que orou pela morte do ator

Pastor foi condenado por fala dita no ano passado

Redação Publicado em 28/04/2022, às 16h27

Registro do ator e Déa Lúcia
Registro do ator e Déa Lúcia - Divulgação/Redes sociais

Próximo do aniversário de um ano da morte do ator Paulo Gustavo, no próximo 4 de maio, a mãe do talentoso comediante, Déa Lúcia, se manifestou após o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) condenador o pastor José Olímpio por homobia contra Paulo Gustavo. 

No mês de abril do ano passado, enquanto o protagonista de 'Minha Mãe é Uma Peça' lutava pela vida após o agravamento da internação pela covid-19, o pastor disse que estava 'orando pela morte do ator'. 

Através do Instagram, a mãe do ator comentou a condenação. Déa disse que ora para que o pastor viva. 

"Ele orou pela morte de meu filho e eu rezo para que ele viva bastante para se arrepender de seus pecados", escreveu ela através do perfil oficial no Instagram

A condenação do pastor 

A condenação de José Olímpio por homofobia foi divulgada nesta quarta-feira, 27, através do TJ-AL, como divulgou o Metropoles. O comunicado oficial ressalta que o pastor terá que prestar serviço a comunidade como condenação além de pagar uma quantia. 

"O pastor José Olímpio prestará serviço à comunidade pelo tempo da pena, durante seis horas semanais e pagará 30 salários-mínimos, que serão revertidos para grupo ou organização não governamental de Alagoas com atuação em favor da comunidade LBGTQIA+", ressalta o comunicado.