Notícias » Mundo

Rússia treina tropas nas fronteiras com a Ucrânia

No mesmo dia de uma conversa diplomática em Paris, tropas russas executam exercícios militares

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 26/01/2022, às 15h12

Militar russo com uma arma do tipo fuzil AK-74
Militar russo com uma arma do tipo fuzil AK-74 - Wikimedia Commons / Vitaly V. Kuzmin

Após uma grande movimentação de forças russas para suas fronteiras com a Ucrânia, aumentando o medo geral em relação a uma possível ação militar, na última semana, e uma rápida reação da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a Rússia começou a executar exercícios militares em Belarus e na região de Rostov.

Estas práticas acontecem no mesmo dia, esta quarta-feira, 26, em que Dmitry Kozak, um representante russo responsável pelas questões ucranianas no Kremlin, encontra-se com autoridades francesas, alemãs e ucranianas em Paris para discutir o fim da guerra no leste da Ucrânia, entre Kiev e separatistas apoiados pela Rússia.

Com um número cada vez maior de militares soviéticos acumulados em Belarus, a nação russa tem uma nova fronteira para o ataque muito temido. Além disso, os treinos das tropas, inclusive as de Belarus, foram organizados pelo Ministério da Defesa, de maneira a inspecionar a prontidão de combate do exército russo.

As conversas nesta quarta podem simbolizar uma saída diplomática para o conflito, que já dura anos, no entanto a movimentação de tropas russas, incluindo caças de combate, artilharia e fuzileiros navais, de acordo com a cobertura da CNN, e o envio de recursos e militares da Otan podem simbolizar um embate violento no futuro.