Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Cometa do Diabo

Se aproximando da Terra, 'Cometa do Diabo' pode explodir entre hoje e amanhã

Do tamanho de uma cidade pequena, cometa criovulcão que se aproxima da Terra pode 'explodir' entre hoje (29) e amanhã (30); saiba mais!

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 29/12/2023, às 15h13

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Uma imagem capturada em 25 de julho de 2023 mostra o cometa 12P com seus “chifres do diabo” - Eliot Herman
Uma imagem capturada em 25 de julho de 2023 mostra o cometa 12P com seus “chifres do diabo” - Eliot Herman

Do tamanho de uma cidade pequena, o 'Cometa do Diabo', que cada vez mais se aproxima da Terra, poderá 'explodir' nesta sexta-feira, 29, ou no próximo sábado, 30 — o que marcaria sua segunda erupção em pouco mais de duas semanas. 

As últimas explosões ocorreram em uma cadência de 15 dias e podemos estar chegando a outra", explicou Nick James, da Associação Astronômica Britânica (BAA) ao Spaceweather.com.

Conhecido como 12P, o cometa é um criovulcão — informalmente chamado de vulcão de gelo, visto que, quando entra em erupção, ele não jorra lava, mas sim uma grande quantidade de gás e gelo que está acumulada. 

+ Asteroide 'Oumuamua' pode ser um pedaço de planeta fragmentado, afirma cientistas

Desta forma, as entranhas geladas do cometa, que possui cerca de 30 quilômetros de diâmetro, entram em combustão e explodem, como se fossem uma lata de refrigerante congelada. 

Segundo o site astronômico, a bola de neve interestelar teve sua última explosão gelada em 14 de dezembro, o que significa que a próxima poderá ocorrer entre os 29 ou 30 de dezembro (hoje ou amanhã).

As combustões quinzenais se dão ao fato de que o cometa possui um ciclo de duas semanas, período no qual o Sol atinge sua abertura criovulcânica — o que desencadeia as erupções. 

O cometa 12P tem um 'supercriogêiser', cuja erupção é desencadeada após o nascer do sol em seu local", disse o diretor da seção BAA, Richard Miles, que comparou o 12P ao 'Old Faithful' — gêiser localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos EUA.

Cometa do Diabo

De acordo com os especialistas, essa pode ser a maior explosão da bola de gelo desde o dia 14 de novembro — o que a tornaria 100 vezes mais brilhante que o normal durante os dias seguintes. 

Curiosamente, durante erupções anteriores, a explosão ártica fez com que sua coma — nuvem de poeira e gás que circunda o núcleo de um cometa — criasse 'chifres', o que rendeu ao 12P o apelido de 'Cometa do Diabo'.

No entanto, os astrônomos observaram que estes apêndices eram menos pronunciados durante erupções recentes. O de 14 de novembro, por exemplo, parecia ter uma atmosfera quase perfeitamente esférica.

Apesar de sua forma e trajetórias sinistras, não há necessidade de nos preocuparmos com o 'Cometa do Diabo', visto que o gigante gelado, que regressa ao nosso Sistema Solar a cada 71 anos, não atingirá o seu ponto mais próximo da Terra até meados de abril e junho de 2024, quando se tornará visível a olho nu.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!