Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Europa

Suspeito de ataques feitos em Paris durante 2015 diz não ter matado ninguém

Salah Abdeslam é o principal suspeito de um ataque terrorista que teve 130 vítimas

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 09/02/2022, às 17h12

Tribunal onde Salah Abdeslam é julgado - Divulgação / YouTube / RT France
Tribunal onde Salah Abdeslam é julgado - Divulgação / YouTube / RT France

Salah Abdeslam, que é considerado o principal suspeito de um ataque que ocorreu em Paris durante novembro de 2015 e teve 130 vítimas fatais, disse, nesta quarta-feira, 9, que nunca feriu ou matou ninguém. A fala foi feita diante de um tribunal.

O suspeito, que possui 32 anos de idade, também disse que apoia o Estado Islâmico, portanto, não se pode negar que ele se tornará um combatente, mas, Abdeslam não deixou claro se esteve envolvido em ataques com bombas e armas, segundo a AFP.

Abdeslam, durante um interrogatório feito dentro do tribunal francês, afirmou: "Queria dizer hoje que não matei ninguém e não machuquei ninguém. Nem sequer fiz um arranhão", e completou, dizendo: "É importante para mim dizer isso, porque desde o início deste caso, as pessoas não pararam de me caluniar."

Ainda não questionado sobre seu papel em ataques feitos durante o dia 13 de novembro de 2015, Salah Abdeslam é o único dos 20 réus que foram acusados diretamente por assasinato, tentativa de sequestro e homicídio que está vivo. Caso ele seja culpado, receberá prisão perpétua na França.