Notícias » Japão

Tempestade de neve causa uma morte e engavetamento de 130 carros no Japão

Regiões do país sofrem com o dobro da média de neve prevista para essa temporada; autoridades locais convocaram reunião de emergência e pediram para a população ser cautelosa ao sair nas ruas

Fabio Previdelli Publicado em 19/01/2021, às 11h44

Equipe de resgate socorrendo pessoas que se acidentaram no engarrafamento
Equipe de resgate socorrendo pessoas que se acidentaram no engarrafamento - Divulgação - YouTube/Nippon TV News 24 Japan

Na tarde de hoje, 19, a prefeitura de Miyagi, no Japão, informou que uma tempestade de neve cobriu um trecho da Tohoku Expressway, no norte do país. A nevasca causou o empilhamento de 130 carros. 10 pessoas ficaram feridas e uma morreu no acidente. As informações são da BBC

A tempestade assolou a região por volta das 13 horas, no horário local. O governo estima que cerca de 200 pessoas ficaram presas no engavetamento. Com isso, autoridades locais tiveram que enviar equipes de resgate até a rodovia.  

O Japão vem sendo atingido por fortes nevascas desde as últimas semanas, com algumas partes do país registrando o dobro da média que se era esperado para a neve desta temporada, o que fez com que um sinal de alerta fosse lançado nessas localidades. 

Em razão disso, as rodovias já tinham adotado um limite de 50 km/h devido à falta de visibilidade. Quando o engavetamento aconteceu, segundo as autoridades meteorológicas locais, a região registrava uma velocidade máxima do vento de cerca de 100 quilômetros por hora.  

De acordo com relatos da NHK News, um dos grandes veículos noticiosos do país, os envolvidos no acidente receberam água potável e comida enquanto eram atendidos. Além disso, a equipe de resgate também disponibilizava cobertores para os acidentados se aquecerem.  

A neve afetou parte da rede ferroviária de alta velocidade do Japão, com vários serviços de trem sendo cancelados em Tohoku. Segundo a imprensa local, a região deve registrar até 40 centímetros de neve nas próximas 24 horas.  

Este inverno tem sido muito rigoroso no país asiático que, no mês passado, já vivenciou um evento semelhante, quando mil veículos ficaram presos na via expressa Kanetsu por dois dias. A situação está tão crítica que uma reunião de emergência foi convocada e o primeiro-ministro do país, Yoshihide Suga, pediu para que as pessoas fossem cautelosas ao saírem nas ruas.