Notícias » Nazismo

Torcedor com tatuagem nazista é visto em jogo da Série D

Registro foi feito na partida entre São Raimundo-AM e São Raimundo-RR

Fabio Previdelli Publicado em 19/04/2022, às 14h46

Torcedor exibindo tatuagem nazista
Torcedor exibindo tatuagem nazista - Divulgação/ Redes Sociais

O confronto entre São Raimundo-AM e São Raimundo-RR pela Série D do Campeonato Brasileiro marcou muito mais do que o duelo curioso entre equipes homônimas. Embora o clube amazonense tenha vencido por 2x1, o que aconteceu fora das quatro linhas foi o principal assunto da partida. 

Afinal, nas arquibancadas do estádio manauara Ismael Benigno, um torcedor sem camisa tinha em suas costas a tatuagem de um símbolo nazista: a águia que é emblema do Partido Nacional‑Socialista dos Trabalhadores.

Em suas redes sociais, segundo repercutido pela ESPN, o São Raimundo-AM publicou uma nota repudiando o episódio que remete a “um dos capítulos mais tristes da história da humanidade, se não o mais”.

“O São Raimundo vem a público, repudiar a atitude deste indivíduo em que nada representa a história do clube do povo. O São Raimundo condena veementemente toda e qualquer manifestação favorável àquilo que foi uma das maiores máculas da história mundial”, declarou o clube.

“Este indivíduo, uma vez identificado, não mais adentrará as dependências do estádio. Além disso, encaminharemos formalmente uma denúncia aos órgãos criminais para que haja a devida investigação e persecução penal”, completa a nota. 

A decisão pelo banimento do torcedor foi reiterada por Rodrigo Guedes, diretor do clube, que realizou o pedido de uma nota-crime pelo fato ocorrido no jogo. "Hoje uma pessoa esteve no Estádio da Colina no jogo entre São Raimundo (AM) e São Raimundo (RR) exibindo uma tatuagem nas costas com o simbolo nazista da Águia. Como Diretor do @saoraimundoec (AM) informo que não sabemos quem é mas se identificarmos estará banido do nosso estádio”.

A águia nazista

A águia Parteiadler, usada pelo Partido Nazista, é vista como símbolo universal da força, autoridade, poder e vitória, atributos que condizem com a ideologia supremacista implantada pela Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Cerca de 6 milhões de judeus morreram durante o Holocausto, segundo a Enciclopédia do Holocausto do Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos.

Importante ressaltar que, no Brasil, a apologia ao nazismo se enquadra na lei 7.716, promulgada em 1989, que diz que é crime "praticar, induzir ou incitar discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional".

A pena pelo ato pode variar entre um mês a três anos e multa, ou reclusão de 2 a 5 anos caso o crime seja cometido em publicações ou no meio de comunicação social.