Notícias » Arqueologia

Três pessoas teriam sido enterradas em uma tumba de 2,8 mil anos junto a Taça de Nestor

Uma pesquisa realizada por especialistas da Universidade de Pádua revela novidades sobre o assunto; confira

Penélope Coelho Publicado em 09/10/2021, às 10h22

Taça de Nestor
Taça de Nestor - Divulgação/ Gigante et al., 2021, PLOS ONE, CC-BY 4.0

Recentemente, pesquisadores decidiram se empenhar novamente a respeito do mistério em volta da chamada Taça de Nestor. O artefato histórico encontrado em 1954 apresenta inscrições gregas com referências à Ilíada de Homero e traz consigo diversas questões.

Uma delas envolve a dúvida a respeito de quem teria sido enterrado junto ao cálice, na tumba de 2,8 mil anos, encontrada na ilha de Ischia, na Itália. Desde a descoberta, acreditava-se que junto aos objetos teriam somente os restos mortais de uma criança de aproximadamente 10 a 14 anos.

Entretanto, um novo estudo publicado na última quarta-feira, 6, pela revista científica PLOS ONE apontou novidades. De acordo com uma reportagem publicada pelo portal Galileu, os pesquisadores identificaram restos mortais não de uma, mas de pelo menos três pessoas.

Através de análise microscópicas, especialistas da Universidade de Pádua acharam vestígios de pelo menos três diferentes indivíduos. Agora, os pesquisadores buscam entender por qual motivo eles foram enterrados na tumba junto com a Taça de Nestor.

Confira o estudo completo neste link.