Notícias » Estados Unidos

Trump cancela coletiva no aniversário do ataque ao Capitólio

O evento deveria ocorrer na próxima quinta-feira, 6

Redação Publicado em 05/01/2022, às 09h10

Donald Trump, ex-presidente norte-americano
Donald Trump, ex-presidente norte-americano - Getty Images

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou na última terça-feira, 4, que não realizará coletiva de imprensa que estava marcada para quinta e que seria organizada em sua residência na Flórida. O evento cancelado ocorreria exatamente um ano após a invasão ao Capitólio promovida pelos apoiadores do republicano.

Trump ainda aproveitou para denunciar, mais uma vez sem provas, a "fraude" das últimas eleições presidenciais dos EUA. "Foi o crime do século", declarou o político, referindo-se à vitória de seu adversário Joe Biden

De acordo com informações da AFP, o republicano declarou que decidiu renunciar à coletiva "à luz da total parcialidade e desonestidade" da comissão parlamentar que investiga sua atuação no atentado do dia 6 de janeiro de 2021.

Segundo a fonte, por coincidir com a data em que o Congresso recordaria o atentado que deixou cinco mortos, o evento de quinta-feira estaria sendo considerado como mais uma provocação de Trump, na visão dos críticos do político.

Conforme o comunicado, o bilionário agora deverá discursar no dia 15 de janeiro, em comício a ser realizado no estado do Arizona. 

Pode-se dizer que o comportamento de Trump não tem precedentes na história americana. Nenhum ex-presidente tentou tanto desacreditar seu sucessor e o processo democrático", afirma Carl Tobias, professor de direito da Universidade de Richmond.