Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / China

Turista morre após saltar de bungee jump de torre com 233 metros de altura

A morte do turista japonês de 56 anos aconteceu na tarde do último domingo, 3, na China; a vítima morreu após o salto de bungee jump

Redação Publicado em 04/12/2023, às 14h43

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem que mostra a altura do salto - Reprodução/Vídeo/X/@DjLORDofficial
Imagem que mostra a altura do salto - Reprodução/Vídeo/X/@DjLORDofficial

Na tarde do último domingo, 3, na China, um turista japonês de 56 anos sofreu um desmaio e morreu após realizar um salto de bungee jump da Torre de Macau, que tem 233 metros de altura. O salto é considerado o mais alto do mundo

O salto aconteceu por volta das 16h30 do horário local e as autoridades relataram que, após o pulo, o turista sentiu falta de ar e acabou perdendo a consciência. Conforme o Daily Mail, a mídia local relatou que a vítima não sofreu ferimentos externos no corpo, sendo encaminhado ainda com vida ao Hospital Conde S. Januário, em Macau. 

Segundo repercutiu o portal de notícias do UOL, os visitantes que desejam se aventurar na torre devem pagar um valor de cerca de R$ 1.700 (280 libras) por um salto individual da plataforma instalada na torre, localizada a 233 metros do solo, em um prédio com 337,7 metros de altura. 

Além disso, a empresa que realiza a atração solicita que o candidato relate antecipadamente se sofre de problemas cardíacos, hipertensão, diabetes e se realizou cirurgias anteriores. O turista que morreu possuía todos os requisitos de segurança antes de realizar o salto. 

Outros detalhes 

Para o Daily Mail, um porta-voz da empresa que controla o Skypark na Torre de Macau disse:

A AJ Hackett Macau Tower Limited está triste com a morte de um turista na sequência de uma situação médica na Torre de Macau ontem, que ocorreu após a conclusão do salto Bungy".

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!