Notícias » Mundo

Última mensagem do Terceiro Reich decifrada pela Grã-Bretanha é divulgada pela primeira vez

O texto decodificado apresenta qual foi o último recado do tenente nazista Kunkel, que estava prestes a se render

Vanessa Centamori Publicado em 09/05/2020, às 10h50

Mensagem nazista
Mensagem nazista - Divulgação/ GCHQ

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Grã-Bretanha interceptou e decodificou com sucesso várias mensagens nazistas secretas. Agora, a última dessas mensagens foi finalmente divulgada pela organização de inteligência e segurança do governo do Reino Unido, a Government Communications Headquarters (GCHQ).

A revelação foi feita ontem para marcar o 75º Dia da Vitória na Europa, data celebrada todo dia 8 de maio. O texto secreto, que é do dia 7 de maio de 1945, revela quais foram as palavras finais de um tenente alemão, pouco antes de suas tropas se renderem aos britânicos.

Winston Churchill celebrando Dia da Vitória com os britânicos / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Os militares da Grã-Bretanha estavam do lado de fora do prédio onde os soldados do Terceiro Reich se instalavam, em Cuxhaven, Alemanha. Sem outra alternativa, aqueles do lado de Hitler tiveram que se render. 

Então, o chefe dos nazistas avisou a todos, com seu último recado, que dizia: "As tropas britânicas entraram em Cuxhaven às 14:00 do dia 6 de maio - a partir de agora todo o tráfego de rádio cessará - desejando-lhe tudo de melhor. Tenente Kunkel".

Tal texto foi emitido antes do fechamento da rede de comunicação nazista. Segundo o GCHQ, os soldados do Terceiro Reich se comunicavam através de uma chave de enigma, sob o codinome "BROWN", para "coordenar armas experimentais".
 
A primeira vez que os britânicos interceptaram as mensagens dos alemães foi em 1940, na propriedade secreta de Bletchley Park, a noroeste de Londres. A partir de então, não pararam mais de tentar dificultar as coisas para os soldados do Terceiro Reich na Segunda Guerra.