Notícias Guerras Napoleônicas

Arqueólogos encontram valas de vítimas das Guerras Napoleônicas

As escavações, iniciadas em 2017, descobriram restos mortais da batalha de Wagram, ocorrida em 1809

sexta 8 junho, 2018
Alguns dos corpos encontrados
Alguns dos corpos encontrados Foto:Reprodução / Novetus

Entre os dias 5 e 6 de julho de 1809, 55 mil soldados faleceram perante o confronto das tropas de Napoleão com o exército austríaco na batalha de Wagram. Muitos dos corpos foram praticamente jogados em valas comuns. Foi a parte delas que os arqueólogo chegaram. A descoberta aconteceu em Deutsch-Wagram, um município da Áustria, em uma área que serviu de campo para essa que foi uma das maiores batalhas das Guerras Napoleônicas.

Napoleão e sua tropa em Deutsch-Wagram Wikimedia Commons

Desde 2017, o time de arqueólogos liderado por Slawomir Konik e Alexander Stagl, ambos da Novetus, empresa de gerenciamento de recursos culturais em Viena, vem mapeando e escavando o antigo campo.

Veja mais

Até o momento, foram encontrados 50 esqueletos. Eram de homens que tinham entre 16 e 30 anos no momento em que morreram. Estudos realizados nos ossos indicam que os soldados sofriam com a falta de vitamina C e, ao mesmo tempo, com inflamações causadas por longas marchas – já que carregavam materiais muito pesados. Além disso, também adquiriram doenças inflamatórias como a pneumonia.  

Alguns dos restos encontrados Reprodução / Novetus

Os botões das roupas de muitos combatentes sobreviveram com o passar dos anos. Eles dão dicas aos arqueólogos sobre quem eram esses homens. Konik acredita que um dos corpos pertenceu a um oficial francês. Com mais pesquisas, o arqueólogo presume que poderão desvendar até o nome do oficial.

Um apito encontrado durante as escavações Reprodução / Novetus

Além dos restos mortais, também foram achadas balas de mosquete – uma das primeiras armas utilizadas pela infantaria – e itens pessoais que foram perdidos pelo campo.

"Nós sempre soubemos que este campo de batalha esteve por aqui, mas nunca houve pesquisa arqueológica planejada ou focada nele", diz Stagl. "Estamos no hotspot da batalha. É por isso que acho que temos tantas descobertas."

As escavações podem continuar até o fim do ano. Os pesquisadores esperam ter uma visão mais ampla e descobrir detalhes sobre os dois dias de conflitos durante a batalha. 

Thiago Lincolins


Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

Mais Lidas

  1. 1 Crianças que nasceram como resultado do horrível programa Há 82 anos, nazistas começavam seu repugnante programa de ...
  2. 2 Os quatro milênios da Babilônia
  3. 3 Uma tempestade chamada Pagu
  4. 4 Inquisição: A fé e fogo
  5. 5 Marginália: As alucinadas ilustrações dos livros medievais